Home Embaixador Embaixada Relações bilaterais China ABC Serviço Consular Contactos  
 
 
 
 
  Home > ligações relevantes
 
 
  Primeiro-ministro chinês: conversas com homólogo indiano foram "frutíferas"
 
  ( 2013/10/23 )
 
 

O primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, disse quarta-feira que ele e o premiê indiano, Manmohan Singh, tiveram conversas aprofundadas sobre promover confiança e cooperação mútuas e atingiram resultados frutíferos.

Li fez as observações à imprensa junto com Singh depois que os dois realizaram conversas e participaram da cerimônia de assinatura de uma série de documentos na manhã desta quarta-feira no Grande Palácio do Povo, no centro de Beijing.

Ele disse que os dois países concordaram em manter o ímpeto de contatos e intercâmbios regulares de visitas de alto nível.

Os dois lados emitirão uma declaração conjunta sobre o desenvolvimento futuro da parceria estratégica e cooperativa China-Índia ainda na quarta-feira, acrescentou o primeiro-ministro chinês.

Eles também assinaram um acordo sobre cooperação de defesa transfronteiriça, que será favorável à paz e estabilidade das áreas da fronteira, de acordo com Li.

Ele também mencionou que a China e a Índia concordaram em realizar no sudoeste da China um exercício conjunto contra o terrorismo e lançar um diálogo de cooperação marítima o mais breve possível.

Sobre a cooperação econômica e comercial, os dois lados concordaram em fazer pleno uso do mecanismo de diálogo estratégico e econômico, com o fim de avançar na cooperação em comércio e investimento juntos.

A China gostaria de promover a cooperação com a Índia em construção da infraestrutura, inclusive ferrovias, para impulsionar o desenvolvimento do Corredor Econômico BCIM (Bangladesh, China, Índia e Mianmar), disse ele.

Os líderes também discutiram a construção de um parque industrial chinês na Índia para aliviar o desequilíbrio comercial entre os dois países.

Em relação aos intercâmbios culturais e entre pessoas, Li disse a China e a Índia designarão 2014 o Ano de Intercâmbio Amigável. Eles também discutirão com Mianmar formas de comemorar o 60º aniversário dos Cinco Princípios de Coexistência Pacífica (conhecidos na Índia como o Tratado de Panchsheel).

Além disso, os dois líderes testemunharam a assinatura de um acordo sobre três cidades-irmãs.

Li descreveu isso como "um novo avanço no intercâmbio amigável bilateral" e uma ação que "seguramente promoverá a cooperação local e entre pessoas dos dois países".

Singh chegou a Beijing na terça-feira à noite para uma visita oficial de três dias à China. Esta é a segunda vez que Li e Singh se encontram desde o primeiro visitou a Índia em maio.

É a primeira vez desde 1954 que um primeiro-ministro chinês e um primeiro-ministro indiano trocaram visitas dentro do mesmo ano calendário.

"Ambos os líderes reconheceram completamente os papéis importantes da China e da Índia no mundo e concordaram que as relações China-Índia são uma das relações bilaterais mais importantes no mundo", disse Luo Zhaohui, diretor-general do Departamento Asiático do Ministério das Relações Exteriores da China, depois de assistir às conversas a portas fechadas.

A população da China e da Índia, dois dos principais países emergentes e países populosos, responde por um terço da população total do mundo, observou ele aos jornalistas. "A prosperidade da China e da Índia será a prosperidade de um terço da população mundial", acrescentou.

 
 


Suggest to a Friend
       Print
E-mail to us