Home Embaixador Embaixada Relações bilaterais China ABC Serviço Consular Contactos  
 
 
 
 
  Home > Notícias
 
 
  China não aspira a posição dominante na comunidade internacional
 
  ( 2014/06/12 )
 
 
O Embaixador da China nos EUA, Cui Tiankai, disse ontem (11) que a estratégica da China é aberta e transparente. A China deseja reerguer a nação chinesa, e construir um país rico, democrático e harmonioso, ao invés de aspirar a um lugar dominante na comunidade internacional.

Cui lembrou que o estabelecimento das relações diplomáticas entre a China e EUA surge na sequência da Reforma e Abertura da república. O desenvolvimento da China e a cooperação da China com os EUA trouxeram grandes benefícios para os povos de ambos os lados e contribuiram para a paz e prosperidade mundiais. Atualmente, as relações bilaterais atravessa um período histórico, com o governo chinês a decidir impulsionar o aprofundamento da reforma e a concordar com a criação de um novo tipo de relação entre as grandes potências. O desafio no século XXI é global, qualquer país não conseguirá enfrentar os problemas isolado. A China e os EUA, o maior país em desenvolvimento e o país mais desenvolvido, possuem interesses e responsabilidades comuns. É necessário que os dois países estabelecam uma relação de parceria com grande prioridade. O embaixador chinês acreditou que as relações bilatérias deverão alcançar êxitos mais brilhante nos próximos 35 anos.

Na ocasião, Cui acrescentou também que a mentalidade da Guerra Fria não funciona hoje em dia. Qualquer intenção para criar uma aliança militar no conjuntura global de hoje gerará resultados negativos para ambos os lados.

 
 


Suggest to a Friend
       Print
E-mail to us