Home Embaixador Embaixada Relações bilaterais China ABC Serviço Consular Contactos  
 
 
 
 
  Home > Notícias
 
 
  Retirada de estrangeiros no Iêmen pela marinha chinesa mostra espirito humanitário, diz chancelaria chinesa
 
  ( 2015/04/07 )
 
 
 

A marinha chinesa ajudou ontem (2) na retirada de mais de 200 estrangeiros do Iêmen. Esta foi a primeira operação especial adotada pela China para retirar cidadãos estrangeiros de um outro país. A porta-voz da chancelaria chinesa, Hua Chunying, afirmou que a ação demonstra espirito internacionalista e humanitário.

Em coletiva de imprensa realizada hoje em Beijing, Hua Chunying confirmou que um navio da marinha chinesa levou ontem 225 cidadãos de dez países estrangeiros, residentes no Iêmen para o Djibouti. Das pessoas retiradas, 176 são paquistaneses, 29 etíopes e alguns habitantes de Singapura, Itália, Alemanha, Polônia, Irlanda, Reino Unido, Canadá e Iêmen. Em operações anteriores, a China também ajudou oito cidadãos de Romênia, Índia e Egito a se retirar do país médio-oriental.

A porta-voz disse que a China adotou a ação a pedido de países concernentes, e foi a primeira realizada pela país para retirar cidadãos estrangeiros de um lugar de perigo.

Hua Chunying destacou que a operação foi bem-sucedida com a coordenação da chancelaria chinesa e o envio, no primeiro instante, de navios pela marinha chinesa. Segundo a porta-voz, as embaixadas e consulados chineses relacionados superaram dificuldades consideráveis para cumprir os procedimentos necessários para a retirada de pessoas.

 


Suggest to a Friend
       Print
E-mail to us