Home Embaixador Embaixada Relações bilaterais China ABC Serviço Consular Contactos  
 
 
 
 
  Home > temas actuais
 
 
  Vice-premiê chinês diz que Beijing deve dar o exemplo em controle da poluição
 
  ( 2013/09/24 )
 
 
Beijing deve assumir a dianteira e tomar medidas inovadoras para evitar e tratar a poluição do ar, priorizarindo, para isso, a proteção do meio ambiente, disse o vice-premiê chinês, Zhang Gaoli.

O vice-premiê fez a declaração durante uma visita de inspeção sobre como evitar e tratar a poluição na cidade, que frequentemente está sujeita a nuvens de fumaça

Carvão para aquecimento no inverno, controle de veículos e tratamento de poeira foram considerados as três principais tarefas para melhorar o meio ambiente da cidade. Zhang apontou que a capital deve diminuir as emissões de carbono ao escolher carvão de alta qualidade, energia elétrica e gás natural para aquecimento do interno.

Zhang afirmou que a cidade também deve controlar o número de veículos e eliminar os carros de alta poluição, assim como estimular os veículos de nova energia e explorar novos métodos de controle de trânsito para reduzir as emissões de óxidos de nitrogênio.

Ao mesmo tempo, devem-se aumentar os esforços em tratamento de poeira e aplicação de lei para controlar as partículas, afirmou Zhang.

Durante a visita, Zhang inspecionou usinas de aquecimento e eletricidade e estações de supervisão meio-ambiental na cidade. Depois presidiu um seminário com os funcionários locais sobre tratamento de ar.

Zhang afirmou que, como a industrialização e a urbanização cresceram rapidamente, a China enfrenta um grande desafio em poluição de ar que se complica cada vez mais.

A qualidade do ar de Beijing, por exemplo, está muito aquém das expectativas da população. "O aumento dos esforços de tratamento não pode demorar", revelou.

Beijing anunciou uma série de medidas, incluindo diminuir as emissões de veículos e controlar a poluição industrial, para melhorar a qualidade do ar na cidade. As medidas fazem parte de um plano de ação do governo municipal, que prometeu reduzir a densidade de PM 2,5 (partículas finas inaláveis) em pelo menos 25% até 2017.

As autoridades de trânsito locais informaram também hoje que diminuirão os emplacamentos de carros a partir do próximo ano para limpar o ar da cidade e aliviar o trânsito. O novo limite para o registro de novos carros deve ser anunciado no fim de setembro.

 
 


Suggest to a Friend
       Print
E-mail to us