Home Embaixador Embaixada Relações bilaterais China ABC Serviço Consular Contactos  
 
 
 
 
  Home > temas actuais
 
 
  China criará sistema de divulgação de informações sobre empresas
 
  ( 2014/09/23 )
 
 

A China implementará em outubro o sistema de divulgação de informações sobre as empresas. As companhias com violação grave à lei serão colocadas na "lista negra" e enfrentarão limitações em suas atividades comerciais.

As medidas serão promulgadas nas Regras Provisórias sobre a Divulgação de Informações de Empresas, que entrará em vigor no país no próximo mês. O novo decreto visa ajudar a controlar as condutas irregulares empresariais, tais como fabricação e venda de produtos falsificados ou de má qualidade, fraude em investimento e financiamento, falsificação de relatórios e operações secretas.

Durante uma coletiva de imprensa realizada hoje (23) em Beijing, o diretor do Departamento de Investimento Externo da Administração Estatal para a Indústria e o Comércio da China, Ma Fu, afirmou que com a adoção das Regras o país vai estabelecer um mecanismo de supervisão e administração de empresas, com a publicação de informações como aspecto essencial.

"As Regras Provisórias têm como objetivo criar um sistema de sinceridade e confiabilidade social, aprimorar o registro de honestidade de empresas, promover o compartilhamento das informações sobre as condutas das entidades no mercado e estabelecer a lista negra das companhias com irregularidades. As que violarem a lei sofrerão punições mais severas."

Conforme o funcionário, as empresas com irregularidades graves vão enfrentar limitações e controles em suas atividades comerciais, como a participação em licitação e leilão de terra e a solicitação de empréstimos. Com o funcionamento do sistema, os consumidores também podem ter acesso a mais informações sobre as corporações.

O diretor do Departamento de Gestão de Qualidade da Administração Geral de Supervisão de Qualidade, Inspeção e Quarentena da China, Huang Guoliang, afirmou que as informações serão documentadas no Arquivo Nacional de Honestidade de Qualidade das Empresas. Segundo ele, o país vai aplicar tecnologias informáticas nesta iniciativa.

"O Arquivo incluirá as informações positivas das empresas, tais como permissões de produção, certificações obrigatórias e premiações governamentais. Ao mesmo tempo, também terá as negativas, por exemplo, registros de produtos desqualificados e comportamentos de fraude e falsificação. Usaremos as tecnologias informáticas para aperfeiçoar o arquivo nacional e promover o compartilhamento dos dados. Os órgãos governamentais e sociais vão tomar ações conjuntas para reforçar o castigo às empresas que não observem as regras."

A qualidade de comidas e remédios, tais como o leite em pó infantil, é um dos assuntos priorizados nas novas regras. O diretor do Departamento de Fiscalização da Administração de Alimentos e Medicamentos da China, Mao Zhenbin, destacou que será adotada a classificação de honestidade das empresas do setor.

"Realizaremos um projeto-piloto de classificação das empresas de leite em pó infantil. Cada companhia terá seu próprio arquivo de qualidade, que será publicado à sociedade."

 
 


Suggest to a Friend
       Print
E-mail to us