Home Embaixador Embaixada Relações bilaterais China ABC Serviço Consular Contactos  
 
 
 
 
  Home > temas actuais
 
 
  China pede prudência e responsabilidade na definição de sanções
 
  ( 2014/11/26 )
 
 

O Conselho de Segurança deve observar as regras da Carta da ONU e ter prudência e responsabilidade na hora de definir sanções contra países. A opinião foi dada nesta terça-feira (25) pelo vice-representante da China na ONU, Wang Min.

Wang apontou que o CS deve primeiro adotar tentativas de mediação e negociações e só deve aplicar sanções quando outras medidas são ineficazes. Segundo Wang, as sanções devem estar em conformidade com as leis internacionais e não devem ser uma ferramenta para um país aplicar sua política de poder. A lei nacional de um país não pode ser usada como justificativa para sancionar outros. A China opõe-se a esse comportamento, disse Wang.

O diplomata ainda lembrou que a China, como membro permanente do Conselho de Segurança, insiste em tratar a questão de sanção de maneira prudente e responsável, e dedica-se a reforçar a eficácia das sanções, para que estas ajudem na solução política das questões. O país asiático quer trabalhar para ajudar a entidade a cumprir melhor sua responsabilidade e contribuir para a defesa da segurança comum e paz duradoura do mundo.

 
 


Suggest to a Friend
       Print
E-mail to us